Início | Comportamento | O problema é o excesso, não a escassez

Comportamento

O problema é o excesso, não a escassez

Alberto Lira

Publicado em 08/11/2013 às 10:18

Você, às vezes, tem a sensação que o tempo está passando mais rápido? Que o ano começou, passou e, quando se conta, está quase terminando e percebe que deixou de fazer muita coisa?

Por que será que, invariavelmente, temos esta sensação de que o mundo está girando mais rápido?

Uma das explicações está relacionada à variedade de opções de escolhas que temos. As inovações tecnológicas, o consumo frenético de bens e serviços. Isso tudo aliado aos estereótipos que a mídia introduz na sociedade, onde o novo, o velho e o obsoleto se fundem, antes mesmo de serem utilizá-los frugalmente.

Isto é percebido no frenesi ocasionado nos consumidores diante ao lançamento de novas versões de alguns produtos. Filas de espera, senhas etc.

Qual o futuro de uma geração que valoriza a satisfação imediata na busca de seus anseios e desejos?

Seus esforços concentram-se em objetivos a curto ou a longo prazo?

São firmes em seus objetivos ou se encantam com novas possibilidades e mudam de rota constantemente?

Qual o legado que deixarão?

Não se sabe exatamente se haverá danos ou impactos no futuro, pois estamos falando de comportamentos e às vezes exageramos nos julgamentos, principalmente quando comparamos gerações.

Um ponto importante a se refletir é quando falamos da área do conhecimento. Nunca antes na história da humanidade o conhecimento esteve tão disponível, acessível e barato. E diante disto, emerge uma geração com tendência a pouca especialização, pois trocam de áreas com muita facilidade. São excelentes generalistas, entretanto pouco especialistas.

Entendem de forma macro, mas pouco se atentam aos detalhes. Como será que enfrentam os problemas do cotidiano?

Na tomada de decisão?

Na geração de conflitos?

Em relação ao stress?

Conhecimento bom é aquele que te aproxima do objetivo traçado. Ao contrário, apenas dispersa e distância, gerando sensações de vazio e falta de competência.

Vivemos num mundo repleto de possibilidades e de escolhas, porém temos que ter inteligência para não sermos levados por marés ou modismos. É necessário entender quais são os nossos talentos e o que verdadeiramente nos maior prazer quando estamos realizando. Aquilo que não precisa mandar fazer. Faço porque gosto!

Alberto Lira feed/rss ver artigos deste(a) colunista

Alberto Lira

Comportamento

MASTER & Executive COACH: Certificado internacionalmente pelo BCI (Behavioral Coaching Institute – EUA) e ICC (Internacional Coaching Council – EUA), como Master Coach, através da SBCoaching e atua no aprimoramento de executivos e times como Executive & Leadership Coach. Palestrante motivacional nas áreas de Vendas e Liderança - coautor do livro Coaching para Alta Performance pela editora Ser Mais. Dê sua opinião sobre este artigo, ou faça sugestões para nossos colunistas, envie seu e-mail.
 

Artigos Relacionados

voltar

Titulo: O problema é o excesso, não a escassez

Destinatário(s)
Seus dados
Código de Validação:*
(*) Preencha o código de validação corretamente.

Titulo: O problema é o excesso, não a escassez

Mensagem de Erro

Esta é a área central para comunicação entre revendas, distribuidores e fabricantes com a equipe da PartnerSales.
Incentivamos as mensagens de nossos leitores com sugestões de pautas, críticas, elogios ou reclamações.

Seus dados
Código de Validação:*
(*) Preencha o código de validação corretamente.

© Copyright PartnerSales - O site focado em parcerias de negócios e estratégias de vendas. Todos os direitos reservados. Outros nomes de companhias, produtos e serviços podem ser marcas registradas ou marcas de serviços de outros.

Sydow Marketing