Início | Coaching | A gestão emocional em baixa?

Coaching

A gestão emocional em baixa?

Marcelo Castro

Publicado em 10/11/2017 às 10:16

Muito se ouve que as empresas contratam pelo QI (Quociente de Inteligência) e demitem pelo QE (Quociente Emocional).

 

Já é mundialmente conhecido que, quem não possui gestão emocional em seu ambiente de trabalho, diminui suas chances de uma carreira promissora.

 

O fato é, que mesmo com ampla divulgação sobre o assunto, qual a razão do nível de gestão emocional estar tão baixo? A quantidade de pessoas beirando ao esgotamento profissional vem aumentando de forma rápida. Será que tudo se refere a situação econômica?  Será que a prática constante do uso da filosofia dos 3M´s “fazer sempre mais, melhor e com menos recursos”, cria um ambiente estressante, faz com que o profissional tenha que trabalhar além de seus limites, aumentando sua carga horária, para que possa entregar os resultados, e isso está fazendo com que o QE seja colocado em segundo plano?

Este meu questionamento se dá ao fato de que, ao contrário de se achar que as consequências cairão exclusivamente no profissional de baixo QE, correndo o risco de até ser substituído, na verdade o impacto aparece no resultado das empresas.  A baixa educação emocional, que infelizmente não é ensinada em nenhuma escola, dificulta que o indivíduo gerencie de forma saudável, seus pensamentos, que proteja suas emoções, desenvolva suas habilidades socioprofissionais, causando baixo rendimento, medo, irritação, frustração e estes sentimentos refletem diretamente na produtividade.

Posso ser prepotente em escrever que, estamos vivendo na era de maior suicídio consciente que tenho conhecimento. Nunca se falou tanto a frase “Estou me matando de trabalhar”. O “suicídio” que me refiro, não deve ser interpretado no real significado de tirar a própria vida, mas sim no sentido emocional. O indivíduo que não possui a sabedoria de filtrar seus pensamentos, de saber controlar o que entra em sua mente, está tirando a sua capacidade de viver em harmonia consigo, com o trabalho e com as pessoas mais queridas. Isso é um suicídio emocional. Está se matando de trabalhar sem pensar no que realmente o está matando.

Os diversos profissionais pecam gravemente no que diz respeito ao consumo emocional responsável. Faça uma reflexão de como você gerencia seus pensamentos. Você pensa constantemente que perderá o emprego? As reuniões são perda de tempo? A nova estratégia não vai funcionar? O chefe não tem competência para o cargo? Não sabe o porquê está aqui? Não aguenta mais trabalhar nesta empresa?

 

Faça também suas próprias perguntas.

Depois de refletir, questione se de fato, pensar assim contribui para sua vida profissional e pessoal?

 

Gerir mal suas emoções, só irá lhe trazer lixo mental. Irá gerar mais estresse, angustia, ansiedade, irritação.

 

Em pesquisa de Harvard, 90% dos profissionais estudados, com sucesso em suas carreiras e vida familiar apresentam em comum boa gestão emocional. Outra pesquisa mostra aumento de 30% nos resultados dos profissionais que foram submetidos a programas de melhoria de gestão emocional.

Traga o QE para o primeiro plano. Invista na gestão de suas emoções. Filtre seus pensamentos. Busque técnicas de gestão emocional, treine, persista, você irá colher resultados que só lhe trarão benefícios profissionais e pessoais. Um abraço

Marcelo Castro feed/rss ver artigos deste(a) colunista

Marcelo Castro

Coaching

Marcelo Castro é Master Coach com a metodologia integral sistêmico, com foco no desenvolvimento da Inteligência Emocional. Especializado em análise do comportamento humano pelo SOAR Institute. Sócio Diretor da Alvorcoaching, palestrante, consultor em vendas. 28 anos dedicados área comercial no segmento de TI, ocupando cargos executivos na LG Eletronics, Philips e Hewllet Packard.
 

Artigos Relacionados

voltar

Titulo: A gestão emocional em baixa?

Destinatário(s)
Seus dados
Código de Validação:*
(*) Preencha o código de validação corretamente.

Titulo: A gestão emocional em baixa?

Mensagem de Erro

Esta é a área central para comunicação entre revendas, distribuidores e fabricantes com a equipe da PartnerSales.
Incentivamos as mensagens de nossos leitores com sugestões de pautas, críticas, elogios ou reclamações.

Seus dados
Código de Validação:*
(*) Preencha o código de validação corretamente.

© Copyright PartnerSales - O site focado em parcerias de negócios e estratégias de vendas. Todos os direitos reservados. Outros nomes de companhias, produtos e serviços podem ser marcas registradas ou marcas de serviços de outros.

Sydow Marketing