Início | Empreendedorismo | A criatividade no varejo faz a diferença

Empreendedorismo

A criatividade no varejo faz a diferença

Soeli de Oliveira

Publicado em 04/03/2013 às 16:32

Criatividade nada mais é do que a capacidade de gerar novas ideias. Ser criativo é um processo inerente aos seres humanos, que nos acompanha do nascimento à morte. Sem a capacidade de resolver os problemas que ameaçam a sobrevivência, a espécie humana teria sido extinta da face da terra, como foram os dinossauros. Conforme destacou muito bem De Simone “as empresas devem se comportar como qualquer outro organismo vivo, adaptando-se constantemente às mudanças. Essa é a única maneira de sobreviver e ter sucesso”.

No mercado nada é estático. Ou as pessoas e empresas mudam, ou então dançam. Entre tantos motivos para mudar, podemos destacar as seguintes necessidades:

• Mudar para competir;

• Mudar para evoluir;

• Mudar para melhorar;

• Mudar para se incluir;

• Mudar para crescer;

• Mudar para ser feliz.

Tal como as águas correntes dos caudalosos rios, a história da humanidade segue o seu curso, por vezes constante e lentamente – horas mais rápida e em certos momentos de forma abrupta e revolucionária, como as grandes quedas d’água, formando verdadeiras cataratas de mudanças. Entre tantas revoluções sociais e econômicas que passamos, podemos destacar:           

• A revolução industrial;

• O racionalismo;     

• A revolução tecnológica e a globalização;

• A revolução da informação;

• A revolução da criatividade e inovação.

 Na área comercial, mais do que em qualquer outra área dos negócios, dependemos do comprometimento e da criatividade dos funcionários para nos diferenciarmos da concorrência e fidelizar os clientes.

Marketing é a arte de ser único ou diferente. Num mercado de superoferta e hipercompetição é preciso se destacar dos demais, uma vez que ser igual ou apenas mais um, é ser invisível. Veremos nesse artigo como somar pontos positivos na exposição dos produtos e na percepção dos consumidores sem precisar realizar grandes investimentos.

LOCALIZAÇÃO

A visibilidade das mercadorias no ponto de venda é decisiva para facilitar as compras por impulso. Artigos de compra eventual, se não forem vistos, provavelmente não serão lembrados. Produtos localizados na altura dos olhos do consumidor, entre 1,21 m e 1,70 m, levam vantagem na hora da compra. Para observar as mercadorias no ponto de venda você precisa levantar ou baixar a cabeça? Se isso ocorre, significa que os “carros-chefe de vendas” não estão corretamente posicionados.

ACESSIBILIDADE

As mercadorias principais da loja, além de visíveis, devem estar localizadas de forma que os clientes possam pegá-las e manuseá-las. Itens confinados em gavetas, em balcões e em armários fechados, passam a impressão de inacessíveis. O mesmo ocorre com mercadorias colocadas em prateleiras com altura superior a 1,70 m. Considera-se acessíveis as mercadorias dispostas em prateleiras, mesas ou gôndolas ao alcance dos consumidores. 

APRESENTAÇÃO DAS MERCADORIAS

A aparência contribui para a percepção de qualidade. Expor mercadorias amassadas, sujas, rasgadas ou fora do prazo de validade, a fim de reduzir perdas, é uma economia equivocada, pois reduz o nível de confiança no estabelecimento, resultando na consequente perda de clientes e na queda no faturamento.

VARIEDADE

Uma loja que não possui variedade de mercadorias pode ser percebida pelos consumidores como incapaz de atender suas necessidades. Para empresas varejistas posicionadas para atender consumidores da classe social C para baixo, a variedade e a quantidade de produtos têm maior importância. Já, se o alvo for o público das classes sociais A e B, muitas opções de modelos, cores e tamanhos serão percebidas como pontos negativos.

VISIBILIDADE DOS PREÇOS

Para a maioria dos consumidores, o preço é um elemento decisivo na hora da compra. A oferta de preços é o estímulo mais utilizado para concretizar vendas por impulso. A maioria dos consumidores desiste de levar mercadorias que não possuem etiqueta de preço por acreditar que é muito cara. Se o preço é o principal diferencial de um produto, apresente-o em grandes números ou em display que o destaque, a fim de atrair os compradores impulsivos e os caçadores de ofertas.

voltar

Titulo: A criatividade no varejo faz a diferença

Destinatário(s)
Seus dados
Código de Validação:*
(*) Preencha o código de validação corretamente.

Titulo: A criatividade no varejo faz a diferença

Mensagem de Erro

Esta é a área central para comunicação entre revendas, distribuidores e fabricantes com a equipe da PartnerSales.
Incentivamos as mensagens de nossos leitores com sugestões de pautas, críticas, elogios ou reclamações.

Seus dados
Código de Validação:*
(*) Preencha o código de validação corretamente.

© Copyright PartnerSales - O site focado em parcerias de negócios e estratégias de vendas. Todos os direitos reservados. Outros nomes de companhias, produtos e serviços podem ser marcas registradas ou marcas de serviços de outros.

Sydow Marketing