NVIDIA disponibiliza três demos com Ray Tracing para GeForce RTX e GeForce GTX
Os jogadores terão a oportunidade de testar o imersivo visual do traçado de raios em tempo real


A NVIDIA anuncia a chegada de três demos com a tecnologia Ray Tracing, dando aos jogadores a oportunidade de testar o imersivo visual do traçado de raios em tempo real e o desempenho aperfeiçoado que os desenvolvedores estão levando aos games.
 
As três demos, que estão disponíveis gratuitamente para todos os jogadores com GeForce, são:
 
•          Atomic Heart RTX tech demo – Esse belíssimo e detalhado demo técnico de Atomic Heart desenvolvido pela Mundfish mostra reflexos e sombras em ray tracing rodando simultaneamente com a tecnologia DLSS. 
•          Justice tech demo – Diretamente da China, a demonstração de Justice tem reflexos e sombras em ray tracing, além de NVIDIA DLSS. Essa também é a primeira vez que o ray tracing está sendo usado para gerar reflexos cáusticos.
•          Reflections tech demo – A demonstração técnica Reflections foi criada pela Epic Games em parceria com ILMxLAB e NVIDIA e oferece uma prévia do futuro da cinemática nos games com um visual impressionante que mostra reflexos, sombras de área e oclusão ambiental em ray tracing para os personagens, além da tecnologia NVDIA DLSS.
 
Além disso, a companhia também lança um novo Game Ready Driver que permite a milhões de jogadores com placas de vídeo GeForce GTX experimentarem o ray tracing pela primeira vez. 
 
Graças aos exclusivos núcleos RT, as GeForce RTX oferecem desempenho entre 2 a 3 vezes mais rápido em jogos com Ray Tracing, habilitando mais efeitos, o traçado de uma maior quantidade de raios e resoluções mais altas para uma melhor experiência. 
 
Entretanto, com esse novo driver, placas de vídeo a partir da GeForce GTX 1060 de 6Gb poderão executar efeitos de Ray Tracing em seus tradicionais núcleos CUDA, dando aos jogadores a possibilidade de sentir “o gostinho” de como essa nova tecnologia muda drasticamente a experiência visual, mesmo que em resoluções ou configurações gráficas mais baixas.