Evento sobre Machine Learning em Junho vai reunir os principais nomes do tema para discussões de como ampliar essa tecnologia no Brasil
É um caminho sem volta. Estamos dominados pelas máquinas e gostamos delas. Elas nos oferecem conforto, segurança, qualidade de vida. O conceito de Inteligência Artificial (AI) foi se fixando e hoje nem nos damos conta do quanto ele está inserido no nosso cotidiano.
O que a maioria de nós não sabe é que toda essa inteligência só é possível graças à criação de tecnologias que integram informações e possibilitam, por exemplo, que possamos usar o mapa do GPS online por aplicativos como o Waze ou que consigamos pedir uma pizza com um clique. Para se ter uma ideia de como este conceito só tende a crescer mais e mais, um estudo recente da Gartner sugere que o chatbots - softwares que simulam a fala humana e são capazes de bater papo com usuários via internet - irão alimentar 85% das interações do serviço ao cliente até 2020.
Com isso dedicar-se a estudar machine learning tem sido fundamental para empresas de diversos segmentos. Levando isso em consideração a MCI uma das agências de live marketing mais inovadoras do Brasil associou-se ao PAPIs, principal evento com foco em Machine Learning da América Latina, que acontece entre os dias 24 e 26 de junho no Shopping Eldorado em São Paulo.
Uma das primícias do Papis.io é abranger a diversidade em toda a sua realização. Neste ano será apresentado um painel voltado para a inclusão chamado “Diversity in ML and DS”. Este painel promove a representatividade de minorias como autoridade de fala sobre Machine Learning e Data Science. É uma iniciativa que incentiva cada vez mais a participação  LGBTQ+, feminina e negra em assuntos voltados à tecnologia. “Machine Learning é algo novo no, traz várias oportunidades de colocação para o mercado brasileiro, e agora estamos buscando juntos atrair maior diversidade para desenvolver o setor”, espera Ney Neto, diretor da MCI.
Neste ano, alguns dos nomes confirmados são: Piero Molino, Senior ML Research Scientist na Uber Al Labs, Bianca Zadrozny, manager da Natural Resources Analytics e Julien Simon, Global ML Evangelista na AWS. 
“Queremos criar uma comunidade que pretende transformar o modo como lidamos com a tecnologia em diversos aspectos da comunicação, medicina, economia, eventos e outros”, declara Neto.