Forcepoint  lança Dynamic Edge Protection, um pacote de soluções SASE nativas da nuvem, com novas ofertas do Cloud Security Gateway e do Private Access
Novo Forcepoint Cloud Security Gateway oferece redução de 30% no custo de propriedade de software com a oferta de segurança convergente tudo em um, com recursos de Secure Web Gateway, CASB e DLP como um único serviço;



A Forcepoint anuncia o lançamento de seu Dynamic Edge Protection, um pacote de soluções SASE nativas da nuvem, com novas ofertas do Cloud Security Gateway e do Private Access. Com a introdução de hoje, a Forcepoint está fornecendo o conjunto mais abrangente de recursos convergentes do setor para enfrentar os desafios mais críticos de segurança do trabalho em casa das empresas, incluindo segurança de rede, proteção contra ameaças, acesso seguro e proteção de dados.
A companhia reconhece que a solução dos problemas de segurança mais urgentes de hoje exige uma forte integração de recursos que ultrapassam os limites tradicionais de produtos, como os entregues por meio de uma abordagem de arquitetura SASE.
De acordo com o relatório “Hype Cycle for Network Security, 2020” do Gartner publicado em 30 de junho de 2020, os co-autores Neil MacDonald e Joe Skorupa escreveram: “Os verdadeiros serviços do SASE são nativos da nuvem - escaláveis dinamicamente, acessíveis globalmente, geralmente baseados em micro serviços e “multitenant” (multi inquilino). A variedade de serviços necessários para atender aos amplos casos de uso significa que pouquíssimos fornecedores oferecerão uma solução completa em 2020.” 

Eles continuaram: “O SASE permitirá que as equipes de I&O e segurança ofereçam o rico conjunto de serviços seguros de rede e segurança de maneira consistente e integrada para atender às necessidades de transformação digital dos negócios, computação de ponta e mobilidade da força de trabalho. Isso permitirá novos casos de uso de negócios digitais (como ecossistema digital e habilitação da força de trabalho móvel) com maior facilidade de uso, ao mesmo tempo em que reduz custos e complexidade por meio da consolidação de fornecedores e da descarga de circuitos dedicada.” 

O Forcepoint Cloud Security Gateway reúne as tecnologias SWG (Secure Web Gateway) líderes de mercado da empresa, CASB (Cloud Access Security Broker) e DLP (Data Loss Prevention Prevention) em um único serviço em nuvem gerenciado centralmente. Oferece visibilidade e controle completos para funcionários remotos, filiais e instalações locais. Com o Cloud Security Gateway, a Forcepoint está eliminando suposições na implementação de segurança de empresas altamente distribuidas à medida que elas se transformam na nuvem. Esse serviço 100% nativo da nuvem está disponível como um único SKU, eliminando a complexidade da compra, administração e suporte a vários produtos ou pacotes de soluções.

O Forcepoint Private Access é um novo serviço em nuvem que fornece verdadeiro acesso remoto Zero-Trust e um Firewall como serviço (FWaaS) interno para proteger aplicativos internos sem a complexidade, gargalos e riscos das VPNs. Oferece controle refinado às organizações sem expor redes internas e libera usuários remotos de trabalharem de maneira diferente ou sofrerem um desempenho mais lento da nuvem. Ao contrário de outros fornecedores que oferecem produtos de acesso privado, o Forcepoint Private Access protege aplicativos e redes internos contra dispositivos e redes remotos potencialmente comprometidos, além de impedir a perda de informações confidenciais ou propriedade intelectual.
“O ambiente comercial de hoje é irrevogavelmente alterado, pois o COVID-19 introduziu os riscos de segurança do home office, um ambiente difícil de gerenciar. Uma abordagem de arquitetura SASE que é a primeira nuvem, reconhece o usuário final e é alimentada por uma plataforma de segurança convergida com política unificada de usuários, que oferece um caminho atraente. Com o Cloud Security Gateway e o Private Access, a Forcepoint está apresentando hoje as primeiras soluções SASE verdadeiras e nativas da núvem da indústria, que facilitam a adoção pelas empresas, simplesmente estendendo sua política local existente à nuvem para proteger os usuários que trabalham em casa ”, Disse Nico Popp, diretor dePprodutos da Forcepoint. “O SASE centralizado em dados da Forcepoint é a resposta para garantir a nova força de trabalho de teletrabalho em massa. Hoje, para as equipes de segurança, trata-se tanto de proteger o usuário contra ameaças quanto de permitir que os usuários domésticos se conectem com segurança a aplicativos corporativos na nuvem e no local, enquanto controlam e protegem os dados que os usuários domésticos estão acessando e movendo para seu lar inseguro. ”

 
Segurança de rede: Gateway da Web seguro e firewall de próxima geração como serviço;
Proteção contra ameaças: Sistemas de prevenção e detecção de intrusões (IDPS), sistemas de prevenção de intrusões (IPS), antivírus (AV), detecção avançada de malware (AMD), todos entregues como serviço;
RBI (Remote Browser Isolation) alimentado por Ericom;
Acesso seguro: Cloud Access Security Broker (CASB) e Zero Trust Network Access (ZTNA);
Proteção de dados: nuvem e endpoint de prevenção de perda de dados (DLP) líder do setor;