Guo Ping, presidente rotativo da Huawei,  discorre sobre a sinergia entre conectividade, IA, nuvem, computação durante o evento Better World Summit
Huawei realiza o evento com o objetivo de debater o potencial do sucesso comercial do 5G


A Huawei promove nesta semana o Better World Summit, evento no formato online que irá até amanhã (30 de julho).   

Em seu discurso, presidente rotativo da Huawei, Guo Ping, explicou como a sinergia entre os cinco principais domínios da tecnologia ajudará a liberar todo o potencial do 5G para impulsionar o sucesso comercial da tecnologia. Os palestrantes convidados de operadoras, organizações do setor e órgãos de padronização, como China Telecom, Etisalat, MTN, GSMA e 3GPP / ETSI, também se juntaram online a milhares de participantes de mais de 80 países para explorar como as TIC podem impulsionar um novo crescimento econômico, agora e em um mundo pós-pandemia.
 
Desbloqueando todo o potencial do 5G: sinergia nos cinco principais domínios da tecnologia
Já existem mais de 90 milhões de usuários 5G em todo o mundo. "Enquanto a implantação global de 5G começa a ser concluída, precisamos fortalecer nosso foco em aplicativos do setor", disse Guo. "Isso nos ajudará a liberar todo o potencial do 5G".

O argumento comercial do 5G não é apenas uma melhor conectividade. Quando tecnologias como 5G, computação, nuvem e IA se unem, elas se reforçam e criam inúmeras oportunidades em cinco principais domínios da tecnologia: conectividade, IA, nuvem, computação e aplicativos do setor. "A Huawei possui pontos fortes em cada um desses domínios", continuou Guo. "Podemos combiná-los de forma a criar soluções baseadas em cenários que atendam às necessidades exclusivas de nossos clientes e parceiros. Isso é essencial para liberar todo o potencial do 5G e impulsionar o sucesso comercial".

E para que isso aconteça, toda a indústria precisa trabalhar em conjunto. Os aplicativos verticais do setor podem ser replicados em escala somente quando os padrões unificados do setor e um ecossistema colaborativo estão em vigor. "No futuro, a Huawei dobrará os esforços para equipar nossos parceiros com os recursos necessários", disse Guo. "Promoveremos a inovação conjunta e impulsionaremos o crescimento de todos na cadeia de valor".
 
Equilibrando objetivos de curto e longo prazo: implantação precisa para o valor máximo
"Dado o atual ambiente econômico, as operadoras precisam se concentrar em objetivos de curto e longo prazo. Uma implantação mais precisa é como eles podem maximizar o valor de suas redes", destaca Guo Ping.

A Huawei tem três sugestões para isso:
- Primeira: as operadoras devem priorizar a experiência do usuário e investir onde for mais necessário para maximizar o valor das redes existentes;
- Segunda: as operadoras devem aproveitar ao máximo as redes 4G e FTTx existentes e integrá-las às novas redes 5G por meio de coordenação holística e planejamento preciso;
- Terceira: os planos de implantação 5G devem priorizar pontos de acesso e principais aplicativos do setor.