Logitech apresenta o Programa Global de Parcerias para alavancar a  istribuição e vendas de suas soluções de videoconferência no mercado brasileiro
Evento no dia 12 de setembro, em São Paulo, marca estreia do programa exclusivo que deve impactar mais de 3.000 parceiros


A Logitech acaba de lançar no Brasil o Programa Global de Parcerias. A iniciativa é voltada para  distribuidoras e canais de soluções Logitech de videocolaboração.
 O Programa surgiu devido ao crescimento exponencial da área em 2019. O programa é dividido nas categorias Platinum, Gold e Silver e os parceiros são classificados de acordo com as metas e capacitação da equipe. “O Programa de Parcerias é estratégico e nos aproximará ainda mais de nossos distribuidores e revendas em uma área que está em franco crescimento no País. Dois motivos vem alavancando as nossas vendas, a crise econômica e o fato de nossa tecnologia ser inovadora e acompanhar o movimento de transformação digital. A
crise é por que nossa solução é mais econômica e mais fácil de usar (plug&play), não precisar ter um time de TI por trás. E, evitamos despesas de viagem. Se a empresa tem vendedores que viajam, o valor de uma visita de negócios já é suficiente para pagar uma solução de videoconferência. No caso da Transformação Digital, nosso DNA é inovação e todos os equipamentos são desenvolvidos com tecnologia suíça, pensando em qualidade,
conforto, produtividade e um bom custo-benefício, afirma  Jairo Rozenblit, presidente da Logitech.
A Logitech já possui mais de 50 parceiros registrados no Brasil e a expectativa é de chegar a mais de 3.000 globalmente. Para participar, é necessário se registrar no portal de parceiros pelo link: https://partners.logitech.com/Portuguese_Brazil/ e o programa é aberto aos parceiros antigos e a qualquer outra empresa interessada em vender ou distribuir o produto no Brasil. “Criamos um programa com regras simples e claras e vantagens imediatas para maximizar oportunidades de negócios em nossos canais”,  pontua Paulo Cardoso,
head de Vídeo Colaboração do Brasil. “Para suportar o Programa, temos um Portal de Parceiros, criado para proporcionar um repositório de informações sobre o
próprio canal com atualizações de dados de contato, cadastramento dos profissionais de vendas, atualizações sobre os produtos, registro acompanhamento e atualização do status de oportunidades de negócios. Ainda, temos uma área exclusiva para downloads de datasheets, cases de sucesso, vídeos interativos, infográficos e termos de referência para editais e concorrências públicas”, complementa.
A Logitech busca não apenas ampliar o número de parceiros, mas também diversificar os perfis. “Assim como as necessidades e ambientes colaborativos dos clientes estão em franca transformação, o mesmo acontece com o perfil de nossos canais e integradoras. Muitos que se dedicavam ao fornecimento de soluções específicas, como hardware, software ou serviços, têm se transformado em fornecedores de soluções integradas e flexíveis, e é exatamente com canais que estão migrando e se adaptando para esse novo perfil híbrido de fornecimento que temos tido grandes evoluções de projetos e oportunidades”, agrega Cardoso.
COMO FUNCIONA O PROGRAMA DE PARCEIROS
O programa é dividido nas categorias Platinum, Gold e Silver, onde se diferenciam pelas metas, aquisição de  kits configuráveis de demonstração, capacitação das equipes de vendas e técnicas e desenvolvimento conjunto de planos de marketing. Em contrapartida as vantagens se aplicam a cada categoria de forma personalizada, com benefícios diversos, como diferenciação de descontos adicionais que podem variar entre 5% e 15%,
desconto adicional de 5% para oportunidades registradas no portal, indicação de leads e oportunidades de negócios locais dentre outros.
Ao contrário dos modelos tradicionais de programas de parcerias, as obrigações e investimentos do parceiro no programa da Logitech são diretamente proporcionais aos
benefícios oferecidos.  “  integração com a equipe dedicada à divisão de videocolaboração e o estreitamento do relacionamento com os distribuidoras será fundamental no sucesso do novo projeto”, completa Cardoso.