McAfee registra crescimento de vírus em dispositivos móveis

A McAfee divulgou o relatório de ameaças registradas no terceiro trimestre de 2011, McAfee Q3 Threat Report (em português), que revelou que o sistema operacional Android é o principal alvo de novos malwares direcionados a dispositivos móveis. O número de ameaças para esses equipamentos cresceu 37% em relação aotrimestre, e faz com que 2011 esteja perto de ser o ano com maior volume de desenvolvimento de malwares comuns e para equipamentos móveis.

No final de 2010, o McAfee Labs estimou que o número de ameaças chegasse aos 70 milhões de amostras diferentes até o fim de 2011. Com a rápida proliferação dos malwares, a previsão passou para 75 milhões de amostras diferentes até o fim deste ano. “Os ataques direcionados aos aparelhos móveis sofreram grande aumento. No terceiro trimestre, observamos que uma tendência de elevar os níveis de sofisticação das ameaças, além do aumento de ataques hacktivistas”, afirma Vincent Weafer, vice-presidente sênior do McAfee Labs.

Uma das formas mais populares de golpe para o sistema operacional Android no período foi o envio de cavalos de Troia por SMS que coletam informações pessoais e roubam dinheiro. Outro novo método para roubo de informações de usuários é o malware que registra conversas telefônicas e as encaminha ao atacante.
As ameaças mais comuns registradas no período foram a oferta de antivírus falso (scareware), execução automática e cavalos de Troia que roubam senhas. Os ataques voltados ao sistema operacional Mac, que tiveram aumento acentuado no segundo trimestre, continuam a crescer. Embora o aumento no terceiro trimestre não tenha sido significativo, o McAfee Labs alerta que à medida que a popularidade de determinadas plataformas cresce, tanto entre consumidores quanto empresas, os criadores de malwares utilizam mais esses sistemas para atacar as vítimas.

As ameaças na web também são uma forma comum para os atacantes aplicarem golpes em vítimas desavisadas. O número de “sites perigosos”, com hospedagem de malwares e phishing, diminuiu de uma média de 7.300 no segundo trimestre para 6.500 no terceiro.

Enquanto os spams permanecem em seus menores níveis desde 2007, o spearphishing, ou spam direcionado, teve seu maior crescimento. O ataque é altamente sofisticado, com nível de ameaça elevado. As infecções de botnet apresentaram uma leve queda no terceiro trimestre, mas tiveram aumento significativo na Argentina, Indonésia, Rússia e Venezuela. O ranking dos botnets que causaram maior dano é liderado pelo Cutwail, o Festi e o Lethic.

A engenharia social é uma isca utilizada em ataques direcionados que dependem da geografia e do idioma. Os atacantes dominam os temas com maior penetração em diferentes culturas e regiões, com variações principalmente de acordo com o mês ou feriados próximos. Nos Estados Unidos, por exemplo, “Delivery Service Notifications” (mensagens de erro falsas de Notificações de Entrega de Serviços) são as mais populares, enquanto golpes de phishing predominam na França e o spam de remédios é a isca mais popular na Rússia.

Durante o terceiro trimestre, os ataques hacktivistas foram lançados principalmente pelo grupo Anonymous. Um claro diferencial é que os objetivos não foram tão transparentes quanto em períodos anteriores. O relatório destaca a atividade hacktivista do trimestre, com pelo menos dez ataques de destaque feito pelo grupo, com ameaças contra a Arizona Fraternal Order of Police (Ordem Fraternal da Polícia do Arizona), a Booz Allen Hamilton, o Bay Area Rapid Transit (Sistema Público de Transporte Rápido da Baía de São Francisco), a polícia australiana e o banco Goldman Sachs.
 

A PHP Error was encountered

Severity: Notice

Message: Undefined variable: LGPD

Filename: views/inc_rodape.php

Line Number: 161

Backtrace:

File: /home/storage/9/cb/3b/partnersalesbeta/public_html/app/views/inc_rodape.php
Line: 161
Function: _error_handler

File: /home/storage/9/cb/3b/partnersalesbeta/public_html/app/controllers/Modulo.php
Line: 127
Function: view

File: /home/storage/9/cb/3b/partnersalesbeta/public_html/index.php
Line: 195
Function: require_once