Schneider Electric apresenta disjuntos de baixa tensão: o MasterPact MTZ em plena onda digital
 O dispositivo foi idealizado para prover uma experiência digital completa, totalmente voltada para a IoT e a Indústria 4.0
 
 Acompanhando o avanço da Transformação Digital e da Internet das Coisas (IoT), a Schneider Electric traz ao mercado brasileiro seu novo disjuntor de baixa tensão: o MasterPact MTZ.
Por meio do equipamento é possível obter precisão classe 1 para medição de energia, mais resistência para ambientes agressivos (aqueles com temperaturas muito elevadas ou muito baixas, locais sujeitos à altas vibrações, etc), customização a qualquer hora, por meio de módulos digitais (aplicativos), rápido reestabelecimento de energia no caso de quedas, e integração com outros produtos e plataformas de software da Schneider Electric (EcoStruxure).
O disjuntor pode ser aplicado em geradores e painéis elétricos para diversos segmentos, desde Data Centers, indústrias (manufatura, óleo e gás, mineração, alimentos e bebidas, automotivas), até grandes construções, como shopping centers, hospitais, estádios de futebol e até mesmo em meios de transporte como navios e trens.
“O MasterPact MTZ traz a realidade do mundo moderno para a indústria. Atualmente tudo está conectado por meio de dispositivos móveis (smartphones) e com o MTZ não é diferente. Ele permite uma interface de interação da rede elétrica com o usuário, de forma dinâmica e intuitiva. Com suas tecnologias embarcadas, todas as etapas do projeto, desde a concepção, configuração, compra, operação e manutenção, são otimizadas por meio dos recursos digitais do equipamento. O MTZ foi pensado para prover uma experiência digital completa, totalmente voltada para IoT e Indústria 4.0”, afirma o vice-presidente de Building da Schneider Electric Brasil, Klecios Souza.
Customização 24x7
Apesar de ser voltado à proteção de cabos elétricos e barramentos, provendo segurança da instalação, assim como um smartphone, o MasterPact MTZ é totalmente customizável por módulos digitais (aplicativos) que acrescentam funcionalidades ao dispositivo, de acordo com as necessidades do usuário. É possível, a qualquer hora e qualquer momento, habilitar novas funções no produto, que aumentam e melhoram a proteção, a medição de energia, e que fornecem informações de manutenção e diagnóstico.
Economia na palma da mão
O MTZ contribui para melhor gerenciamento de custos, uma vez que fornece dados precisos sobre consumo de energia e necessidade de manutenção preditiva, além de evitar paradas de operação ao permitir rápido restabelecimento da energia em caso de falha. Além disso, por meio de um dos módulos digitais (aplicativo), o equipamento fornece um passo a passo para identificar rapidamente a causa raiz de uma possível pane e, por possuir comunicação Bluetooth e NFC, evita a necessidade de contato físico com o disjuntor, prevenindo riscos de ferimentos.
“A Schneider Electric é uma empresa que conta com mais de oito mil engenheiros de pesquisa e desenvolvimento em todo o mundo, convertendo ideias ousadas em realidade e desenvolvendo produtos e soluções conectadas, eficientes e sustentáveis, para lidar com os principais desafios de transformação digital. Com base em pesquisas direcionadas às necessidades do mercado somadas aos conceitos de conectividade e IoT é que o MasterPact MTZ foi concebido”, completa Souza.