Seal Telecom apresenta plataforma para apoiar no combate ao Covid-19
Para monitorar suspeitos e infectados pelo novo coronavírus, o Now Force, solução da empresa Verint, foi adaptado para o atual cenário.


 Com o avanço da COVID-19, a tecnologia vem se mostrando como uma das principais aliadas no combate e prevenção do vírus. E as empresas, cada vez mais, sentem a necessidade de adaptar o seu modelo de negócio de acordo com esse novo contexto. Diante dessa realidade, a Seal Telecom, multinacional brasileira de tecnologia e engenharia, apresenta ao mercado brasileiro, uma plataforma desenvolvida pela Verint com o objetivo de auxiliar no combate à pandemia, a solução de web analytics que leva o nome de Now Force, foi adaptada para ajudar na manutenção da quarentena e do distanciamento social. "Diante da situação em que estamos vivendo, a Seal Telecom está empenhada em oferecer tecnologias para contribuir com a segurança e saúde da população. Com essa nova solução, baseada em nuvem, que tem como uma de suas principais funcionalidades o rastreamento de pessoas em tempo real, pode ajudar governos, hospitais, centros de pesquisa e empresas, no processo de tomada de decisão, no que diz respeito ao gerenciamento e contenção do novo coronavírus",  ressalta Cristiano Felicissimo, diretor de Pré-Vendas da empresa.

O Now Force tem a comunicação como o foco para a mitigação de riscos e contenção de desastres, além do rastreamento em tempo real, a ferramenta possibilita o envio de questionários personalizados, dessa forma os órgãos de saúde conseguem entender a atual situação dos indivíduos e tomar as devidas providências. A plataforma possibilita, ainda, a centralização da comunicação entre equipes médicas e pacientes em um único local, além do gerenciamento de equipes em campo.

"É importante ressaltar que, a partir do cadastro, a ferramenta disponibiliza todas as suas funcionalidades aos usuários, e eles são responsáveis por permitir ou não o rastreamento de sua localização em tempo real, recurso extremamente importante para enriquecer a base de dados e contribuir com o controle, segurança e saúde da população em geral, para que, juntos, possamos não só acabar com a proliferação do novo coronavírus, como, também, auxiliar na retomada das atividades econômicas", finaliza o executivo.