vForum Brasil 2015 destaca soluções VMware para virtualização de redes e segurança

A VMware apresentou como destaques do vForum Brasil 2015 suas soluções voltadas à virtualização de redes e de serviços de rede: VMware NSX e VMware NSF, respectivamente. O vForum Brasil 2015 foi realizado ontem , no Hotel Sheraton São Paulo WTC.

A apresentação das soluções foi parte da apresentação do keynote do evento,  Hatem Naguib, vice-presidente da unidade de redes e segurança da VMware que lidera o desenvolvimento de produtos, oferta de marketing, requerimentos técnicos e desenvolvimento de negócios de todo o portfólio de produtos da área.

Naguib, que foi vice-presidente da Cisco e da EMC, liderou as equipes globais da VMware responsáveis por todos os aspectos de relacionamento com clientes incluindo vendas, go-to-market, desenvolvimento de soluções, serviços e engenharia.

O VMware NSX é a plataforma líder de virtualização de rede que fornece o modelo operacional de uma máquina virtual para a rede. O NSX reproduz todo o modelo de rede no software, o que permite criar e provisionar qualquer topologia de rede, desde redes simples até redes multicamadas complexas, em questão de segundos. Ele ativa uma biblioteca de elementos e serviços de rede lógica, como switches lógicos, roteadores, firewalls, balanceadores de carga, VPN e segurança entre máquinas virtuais. Os usuários podem criar redes virtuais isoladas por meio de combinações personalizadas desses recursos.

O NSX fornece a base de rede e segurança para o data center definido por software, oferecendo as três funções básicas da micro segmentação (isolamento, segmentação e segmentação com serviços avançados), o que traz segurança de rede dentro do data center.

O VMware NFV (Network Functions Virtualization) é uma iniciativa para virtualizar e desvincular os serviços de rede de hardwares dedicados. O conceito trabalha com a substituição de funções de configuração de hardware proprietário - como roteadores, firewalls , balanceadores de carga e outros dispositivospor sua hospedagem em máquinas virtuais (VMs). Uma vez que as funções de rede passam para o controle de um hypervisor, os serviços que uma vez requeriam hardware específico, podem ser realizados em servidores x86.